• ---
  • Máx: ?
  • Min: ?

  • ---
  • Máx: ?
  • Min: ?

Notícias

Para finalizar a nossa semana de homenagem ao servidor público contamos nessa quinta feira (31) a história do seu ,João Uller, que atua no setor de RH há mais de 30 anos

administração - Publicado em 31/10/2019 às 15:53 - Atualizado em 07/11/2019 às 10:41

Relações com empregados, relações sindicais, avaliação de desempenho, incentivos salariais, integração de novos funcionários. Anotou aí?  Essas são apenas algumas das tarefas exercidas pelo profissional de Recursos Humanos.  E é nesse setor que o seu, João Uller, atua há 34 anos, na função de controle de pessoal de RH.

 

“Na época que eu comecei, a gente escrevia a folha de pessoal e outros documentos tudo a mão e depois enviava para a empresa responsável corrigir. Foi só nos anos 90 que chegaram os computadores, e o primeiro a gente ainda dividia entre os funcionários da administração”, detalha o profissional.

 

Além dos documentos, números e tarefas burocráticas. As décadas na gestão de pessoas são marcadas pelo atendimento e gerenciamento do público interno. Atividade essa, que exige equilíbrio.

 

“Todo trabalho exige algo da gente, mas no lidar com pessoas é preciso exercitar a calma e a paciência”, relata ele.

 

 O serviço público começou a fazer parte da vida dele, quando seu João tinha 24 anos de idade. Ao todo, foram 7 gestões diferentes das quais ele fez parte como profissional. Ele conta que a experiência dele na empresa privada foi um diferencial importante no desenvolvimento como funcionário público

 

“Quando você atua na empresa privada, sabe que precisa sempre trabalhar com muita dedicação. Na gestão pública, a entrada através de concurso ou processo seletivo, traz estabilidade, mas não pode ser um fator de acomodação, explica Uller.

Atualmente, João Uller está com 58 anos, pai de três filhos e casado há 30 anos. O aposentado já faz planos para o encerramento da carreira pública.  “Eu vou me manter trabalhando até o fim do mandato do prefeito Jean Grundmann, mas depois vou parar, meus filhos já estão formados, mais novo está estudando e eu posso descansar”, afirma.

 

Por Assessoria de Imprensa


Galeria

  • {{galeriaImagens.length + galeriaVideos.length - 12}}
  • {{galeriaMultimidia.length + galeriaImagens.length + galeriaVideos.length - 12}}
Fechar